domingo, 15 de fevereiro de 2015

PANIC - Lauren Oliver


A história de Panic se passa numa cidadezinha chamada Carp do interior do estado de Nova Yorque nos Estados Unidos. Como uma típica cidade do interior, lá não há nenhum atrativo exceto por um jogo chamado Panic que tem acontecido todo o verão há 7 anos e começa logo após as aulas acabarem. 

Panic é um jogo relativamente secreto e somente os formandos do Ensino Médio podem entrar na competição. O maior atrativo do jogo é o prêmio em dinheiro, que normalmente é de 50.000 dólares. Nessa edição do jogo, o prêmio será de 67.000 dólares. Pra juntar essa quantia, durante todos os dias do período letivo, todos os estudantes do ensino médio são obrigados a contribuir com 1 dólar para o jogo. Quem não paga a quantia para os voluntários que recolhem o dinheiro sofre as consequências intimidadoras como ter o carro e o armário da escola vandalizados, e até mesmo intimidações físicas.

Ninguém sabe quem inventou o Panic e ninguém sabe quem são os juízes, aqueles que tramam todos os desafios da competição. Sabe-se apenas que a cada ano são duas pessoas cujas identidades são mantidas em segredo para que não hajam ameaças ou suborno pela parte dos competidores. Além dos juízes, há também um narrador dos jogos, que é basicamente o porta-voz dos juízes, é quem apresenta os desafios a cada etapa da competição.

Na noite seguinte ao da formatura dos alunos do ensino médio, acontece a abertura oficial dos jogos  - que se arrastarão até o último dia do verão. Os jogadores, que participam por livre e espontânea vontade, devem demonstrar interesse na competição pulando de um penhasco e anunciando seu nome.